Lentes para motociclistas: O que deve ter em conta quando comprar!

As lentes para motociclistas são fundamentais no seu desempenho e segurança, devendo ser cuidadosamente selecionadas, mediante o tipo de motociclo.

Lentes para motociclistas: O que deve ter em conta quando comprar!

As melhores lentes para motociclistas são aquelas que oferecem a maior agilidade nas constantes adaptações às diferentes necessidades dos condutores e que melhoram o seu desempenho, seja ele em trânsito, pista ou todo-o-terreno. Mas afinal, o que deve ter em conta quando comprar umas lentes específicas para uma condução de 2 rodas?

Chuva, encandeamento solar, raios ultravioleta, neve, vento, pequenos insetos ou mesmo pó, fazem parte das condicionantes de quem gosta e anda na estrada, no monte ou em pistas de velocidade, e precisa de uma visão nítida e concentrada naquilo que realmente interessa, o trajeto.

Passando agora à prática.

Certamente já lhe aconteceu, durante a condução de uma moto, encontrar um grande desnível no terreno ou uma subida acentuada com o sol de fundo, que vai aparecendo e desaparecendo entre as árvores, sentindo-se encandeado. Numa situação destas, o mais natural é começar por forçar o olhar (tendemos a cerrar os olhos) procurando maior atenção e melhor visão sobre o trajeto, certo?

Pois é, a importância da utilização de lentes específicas para andar de moto é, além da segurança, conseguir solucionar problemas como a falta de nitidez em campos da visão estritamente necessários para os motociclistas e minimizar o encandeamento, protegendo a estrutura ocular dos raios UV e de lesões oculares com filtros e matérias altamente resistentes ao impacto. Tendo em conta que as necessidades visuais dos condutores de motos são muito diferentes dos condutores de carros (e dos peões), o design das lentes não deve ser o mesmo quando se encontra em cada um destes três papéis.

Lentes personalizadas para todo o tipo de condução

Como já referi, é importante que as lentes para motociclistas sejam diferentes das lentes usadas no dia a dia, uma vez que o tipo de condução ou moto pede um design de lentes adaptado, pois durante o dia adotamos uma posição vertical e na condução de moto alteramos ligeiramente a posição.

Estas necessidades variam totalmente se a condução é urbana, se é uma condução desportiva ou uma condução tipo “chopper”, devido à posição que o corpo adota em posição “L”.

Mas afinal, como é que as lentes utilizadas durante a condução influenciam o meu desempenho?

Tal como acontece quando selecionamos as lentes graduadas para os nossos óculos de dia a dia, para andar de moto precisamos de escolher minuciosamente as lentes que melhor respondem às nossas necessidades visuais em condução.

  1. Uma das características da condução urbana é a postura vertical que o condutor adota. Aqui, os nossos olhos usam a área central das lentes, mas dependem também de uma visão periférica apurada para mudanças de via e ultrapassagens, para que nada ao seu redor lhes escape.

 conducao urbana shamir

Exemplo de condução urbana
  1. Na condução desportiva, devido à posição que o corpo adota em condução, há um desalinhamento entre o eixo óptico (das lentes) e o eixo visual (dos olhos) e é usada sobretudo a zona superior das lentes. A condução nesta posição desportiva, aumenta a fadiga visual e postural, e provoca uma perda na qualidade da visão em quem usa óculos graduados, pois os campos das lentes são otimizados para uma utilização em posição vertical e não tão inclinada para a frente. É então necessário ajustar as lentes graduadas para uma qualidade visual máxima, considerando a posição corporal adotada no tipo de condução desportiva.

conducao desportiva shamir

Exemplo de condução desportiva
  1. Na condução de motos tipo "chopper", acontece precisamente o inverso da condução desportiva pois, à medida que o corpo é inclinado para trás, utilizamos a parte inferior das lentes para ver ao longe, que numa posição vertical normal, do dia a dia, é utilizada para uma boa visão de perto. Assim, é necessária uma otimização desta área da lente, de forma a permitir o alcance de um desempenho e um conforto ímpar na sua condução.

conducao chopper shamir

Exemplo de condução numa moto tipo "choper"

Segurança em primeiro, segundo e terceiro lugar

As lentes para óculos de motociclismo têm de ser altamente resistentes ao impacto, visto que têm uma grande responsabilidade na proteção física dos olhos. E não só, ao usá-las, muito provavelmente vão embaciar, encher-se-ão de de pó, água, terra, insetos e outras impurezas. A quem nunca aconteceu?

Deve então, além de selecionar um design específico para o seu tipo de condução, apostar em lentes com bons tratamentos, fáceis de limpar, com camadas hidrofóbicas, anti-estáticas, oleofóbicas e máxima proteção contra os raios UV, para que o sol, a chuva e outros resíduos não sejam um problema. Devem também ter um bom anti-reflexo, especialmente na parte de trás da superfície das lentes, a parte do lado do olho, que vai ajudar a minimizar possíveis distrações durante a condução. E ainda, é fundamental escolher um material bastante resistente e à prova de choque. Recomendamos que estas sejam feitas em policarbonato, de modo a suportarem melhor uma possível queda.

A forma da armação também não deve ser descorada.

A prioridade na seleção dos óculos para andar de moto, além das lentes (que são o que lhe vai permitir ter visibilidade na pista) é ter a maior cobertura possível da estrutura ocular, de forma a proteger os olhos de qualquer objeto estranho que se atrevesse à frente, assim como das situações de encandeamento solar. Certifique-se que a armação tem uma boa curvatura, que as lentes oftálmicas escolhidas lhe proporcionam total liberdade visual, com uma visão periférica e panorâmica sem falhas, e que o encandeamento é reduzido com filtros de cores polarizados.

Bandeira amarela para os nossos olhos

Durante o dia a dia e especialmente em atividades de outdoor, estamos expostos aos nocivos raios UV, altamente prejudiciais para os nossos olhos.

Habitualmente, a bandeira amarela é símbolo de defesa e cuidado, sendo esta a principal mensagem que deve ser passada quando falamos nos raios ultravioleta, que podem provocar implicações graves aos nossos olhos e devem ser tidos em conta na escolha do tratamento quando falamos em lentes para motociclistas. Devemos sempre verificar se as lentes têm o carimbo E-SPF e qual o seu índice de proteção.

As lentes desenhadas para veículos de duas rodas

As lentes Shamir Bike são as lentes mais ajustadas às reais necessidades visuais dos motards. Isto porque, são as únicas no mundo, com um design otimizado para esta atividade. Graças à tecnologia de ponta envolvida na sua conceção, juntam o design ideal para cada tipo de condução (seja para graduação de óculos progressivos ou não), ao tratamento que lhe vai proporcionar um conforto incomparável e a uma matéria que lhe protege a estrutura ocular contra possíveis quedas e choques durante a condução (que esperamos que não aconteçam, claro).

E lembre-se: as lentes não servem só para um bom estilo, melhoram a sua performance, aumentam a sua segurança e acima de tudo, são um dispositivo médico, que existe para que veja bem em todas as circunstâncias. As lentes graduadas que escolher para cada um dos seus óculos, deve acompanhar a especificidade das atividades que executa no seu dia a dia, de forma a ter uma visão perfeita em cada momento.


Também lhe pode interessar:

 

 
Eva Martins
 
Assistente Virtual