Este website utiliza cookies. Ao navegar está a consentir a sua utilização.

Os cookies são utilizados para melhorar o website e personalizar a navegação de acordo com as suas preferências, neste website e restantes media. Para saber mais acerca dos cookies utilizados, consulte a nossa Política de Privacidade. Saiba mais

Compreendi

Como saber se tem miopia. Conheça os principais sintomas!

Ter miopia significa não conseguir ver os objetos que estão longe com nitidez.

Fique a conhecer os sintomas, as causas e as formas de corrigir esta condição visual.

Como saber se tem miopia. Conheça os principais sintomas!

A miopia ou a “dificuldade em ver ao longe”, é uma condição visual em que os objetos mais distantes são vistos como se estivessem desfocados e os mais próximos de forma nítida.

O esforço em ler palavras ou ver imagens em ambientes de cor clara, a dificuldade para ver sinais de trânsito ou até mesmo a estrada a uma determinada distância, são indícios evidentes deste problema visual que por vezes, não é facilmente detetado.

Reconhecer os sintomas da miopia

Os sinais que indicam a existência de miopia variam de pessoa para pessoa, sendo mais ou menos acentuados dependendo do grau da miopia. São eles:

  • Visão turva, baça, distorcida ou desfocada ao longe
  • Olhos cansados
  • Constante pestanejar
  • Dor de cabeça ou sensação de "cabeça pesada"
  • Necessidade de semicerrar os olhos para conseguir ver melhor
  • Dificuldade a conduzir, sobretudo durante a noite
  • Dificuldade em ver as legendas na televisão
  • Necessidade instintiva de aproximar os objetos para mais perto

 

… também em criança

Uma das causas mais associadas a este problema de visão é o fator genético. Se existir um histórico familiar de miopia, o risco de sofrer do mesmo problema aumenta. E sim, é possível em criança identificar alguns sinais que evidenciem esta dificuldade visual:

  • Sentar muito próximo da televisão 
  • Pouca perceção e interesse do que acontece a distâncias mais longas
  • Dar erros, de maneira permanente, a copiar frases do quadro durante as aulas
  • Piscar ou esfregar os olhos frequentemente


Mas afinal, qual é a causa da miopia?

A miopia é um erro refrativo do globo ocular no qual a imagem dos objetos no olho é focada incorretamente, ou seja, os objetos são focados à frente da retina, fazendo com que a visão dos objetos distantes pareça turva. 

É um erro de refração, ou seja, o olho não consegue focar os raios de luz que habitualmente se espalham de maneira uniforme sobre uma pequena área da retina, para produzir uma imagem nítida. Ao sofrer de miopia, estes mesmos raios concentram-se à frente da retina, desfocando o que se vê ao longe.


O estilo de vida e a genética ganham protagonismo

Não há uma explicação exata acerca do que provoca a miopia. Sabe-se, no entanto, que há um forte fator genético envolvido. Apesar disso, o agravamento da miopia está ainda relacionado com o estilo de vida (sem óculos ou lentes de contacto, a pessoa poderá ter dificuldade em executar algumas tarefas básicas do dia a dia) pelo que, o constante olhar para ecrãs de computador, tv, smartphone ou tablet pode também agravar este problema a quem já tem tendência a desenvolvê-lo.


No exercitar é que está o ganho

Boas notícias! Para quem sofre de miopia, é importante saber que existem condições para melhorar a saúde dos seus olhos e diminuir o grau de dificuldade em ver ao longe. Existem algumas técnicas, que podem ser inseridos na sua rotina.

Aqui já deixamos algumas, contudo, treinar o olhar à distância é essencial para quem sofre deste problema de visão. Quando está a fazer tarefas em visão próxima é importante ir focando o seu olhar sobre objetos distantes durante alguns segundos. Isto vai ajudar a relaxar a acomodação. Trabalhar demasiadas horas na zona de perto pode ajudar a aumentar este problema refrativo, por isso lembre-se da fazer pausas olhando para o infinito.

Por fim, se começar a sentir algum dos sintomas aqui referidos não fique estático. Talvez esteja na altura de exercitar a zona inferior do corpo e dirigir-se a um profissional de saúde, que irá responder a questões mais específicas e fará um correto diagnóstico. Recomendamos que visite o seu optometrista ou oftalmologista anualmente, para que seja observado e diagnosticado atempadamente evitando assim qualquer anomalia na sua visão.


Também lhe pode interessar:

 

 
Sandra Lacerda
 
Optometrista